Notícias

Milho pode perder áreas para feijão na safra de 2017/18

  • 23 de Out

Os bons preços praticados pelo mercado do feijão e o mercado desfavorável para a cultura do milho podem causar redução das áreas de milho na próxima safra. De acordo com o superintendente de Gestão da Oferta da Conab, Wellington Teixeira, os aumentos devem ocorrer principalmente no Paraná.

Os principais pontos que estimulam a mudança são os altos preços de comercialização do feijão em 2016 e no primeiro semestre de 2017. Os preços da saca vigoram entre R$100 e R$150, considerados bem atrativos e a expectativa de produtividade está acima dos 3,5 mil quilos por hectare.

Na safra de 2016/17, o rendimento do grão era de 1,06 mil quilos por hectare, já na safra de 2015/16 esse número equivalia a 886 quilos por hectare.

No Paraná, muitos produtores estão optando por reduzir o plantio do feijão comum preto, na primeira safra, em detrimento ao feijão comum cores e à soja. Minas Gerais, segundo maior Estado produtor, considera, na pior das hipóteses, manutenção de área. Apesar dos preços em queda, o valor observado no mercado ainda remunera substancialmente o produtor.

E se você quer saber como identificar e acabar com as principais pragas da soja, basta clicar aqui e se tornar um Mestre do Manejo!

Veja também:

Empresa desenvolve etanol à base de soja

Tecnologias Favorecem o manejo da irrigação

Manejo inteligente de irrigação

A eficiência dos agentes biológicos no controle das pragas da soja

 

 

Fonte:
Revista Globo Rural

Ver todas Notícias

Recomendo

Algodão: Brasil ...

De acordo com a estimativa da Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea) em conjunto com a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), o Brasil deve exportar 1,2 milhão de toneladas de algodão em pluma, considerando um calendário que vai de julho deste ano a junho de 2019.

Dica K: Doenças ...

Autor: Nelson Dias Suassuna (Pesquisador Embrapa Algodão) O algodoeiro (Gossypium hirsutum L.) é afetado por várias doenças de natureza biótica. Algumas destas não ocorrem no Brasil ou têm distribuição limitada a algumas áreas. Com o objetivo de estimar os riscos potenciais da introdução ou

>>>PALESTRA ONLINE AO VIVO - Como será o clima para a Safra 2017/18 [Clique aqui para se cadastrar] <<<