Notícias

Exportações de soja para a China devem diminuir, afirma ministra!

  • 17 de Apr

A ministra da Agricultura Tereza Cristina afirmou, durante reunião na Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que as exportações de soja do Brasil à China com certeza diminuirão neste ano devido à peste suína africana no país asiático.

A doença, que é altamente contagiosa, afeta a região desde o mês de agosto. Ao todo, cerca 200 milhões de suínos podem morrer em razão da peste suína africana, impactando a demanda por ração feita a partir de grãos, como a soja.

 

Redução na expectativa

O surto de peste suína africana na China fez com que a Associação Brasileira da Indústria de Óleos Vegetais (Abiove) diminuísse em 2,9% a expectativa de exportação de soja do Brasil. A projeção, que era de 70,1 de toneladas embarcadas, foi reduzida para 68,1 milhões de toneladas.

Em via contrária, a demanda por carne deve aumentar. De acordo com a ABPA, nos últimos três meses o preço da tonelada da carne suína vendida pelo Brasil subiu US$ 1 mil. Para ministra da Agricultura, uma potencial expansão nos envios de carnes seria suficiente para compensar a queda.

 

FONTES

https://www.agrolink.com.br/noticias/ministra-confirma–brasil-vai-vender-menos-soja-a-china_418408.html

https://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2019/04/22/brasil-exportara-menos-soja-a-china-mas-tende-a-agregar-valor-com-venda-de-carnes-diz-ministra.ghtml

https://canalrural.uol.com.br/sites-e-especiais/peste-suina-abiove-diminui-exportacao-soja/

Ver todas Notícias

Recomendo

Exportações de ...

Números divulgados pelos Portos do Paraná indicaram que, entre janeiro e maio de 2019, 1,4 milhão de toneladas de milho foram exportadas. O volume já o maior do que o registrado em todo o ano de 2018, que atingiu 1,09 milhão de toneladas. Os principais compradores, de acordo com o divulgado, são Irã,

Queda do dólar e ...

Nos últimos dias, a desvalorização do dólar frente ao real e a queda dos preços futuros na Bolsa de Chicago pressionaram as cotações da soja no Brasil. Tais fatores, atrelados às preocupações com o clima nos Estados Unidos, afastaram agentes do mercado e fizeram com que os brasileiros se